Compra de Vacinas

Prefeito Álvaro, irá investir até 2 milhões para compra de vacinas de combate ao coronavírus.

Prefeito Álvaro, irá investir até 2 milhões para compra de vacinas de combate ao coronavírus.

por Colibrigov Última modificação 2021-06-26T23:35:48-03:00
Barro Alto é uma das primeiras cidades do país aderir à consórcio para compra da vacinas

O projeto de lei que autoriza o município de Barro Alto à participar do consórcio CIDERSP - Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região do Vale do São Patrício para adquirir vacinas foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal e foi sancionado pelo prefeito Professor Álvaro.

Por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a partir de ação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), permitiu aos municípios e estados comprar vacinas contra a covid-19 caso o governo federal, que é o responsável pela vacinação no Brasil, não consiga atender à demanda pela imunização contra o coronavírus.

Barro Alto é  uma das primeiras cidades do país  aderir à consórcio para compra da vacinas, onde o contrato entre o município e o CIDERSP foi assinado, e o consórcio chancelou contrato com empresa fornecedora da vacina.

O prefeito Álvaro Machado, após sancionar a lei, explicou na última quinta-feira (15), que Barro Alto tem contingenciada verba para aquisição de insumos para a pandemia, que pode ser usada para comprar vacina.

O prefeito lembrou que os recursos são suficientes para vacinar, com duas doses, grande parte da população de Barro Alto.

"Diante do cenário crítico que estamos vivendo, entendemos que é fundamental e urgente que tenhamos doses disponíveis para vacinar o maior percentual possível da população de Barro Alto. Quando a maior parte dos moradores estiver imunizada, a circulação viral será muito menor e vamos conseguir minimizar os impactos do Coronavírus em nosso município”, avalia o prefeito

Fonte: A voz do Povo

Voltar ao topo